Coleta Seletiva: COOPERCAUN PROCESSA 20 TONELADAS DE RESÍDUOS NO MÊS DE FEVEREIRO

  • Assunto: Obras  |   Publicado em: 12/03/2018 às 11:01   |   Imprimir

Coleta Seletiva:
COOPERCAUN PROCESSA 20 TONELADAS
DE RESÍDUOS NO MÊS DE FEVEREIRO

Por:Luís Henrique Franqui

Os primeiros resultados da coleta seletiva de lixo, em Cerro Largo, começam a aparecer. A Cooperativa de Trabalho de Catadores Unidos Pela Natureza (Coopercaun), que atua junto à central de triagem localizada na Linha Primeira, processou aproximadamente 20 toneladas de resíduos recicláveis no mês de fevereiro.

Esse material, ao ser comercializado, tem seu valor revertido aos associados da cooperativa. E essas 20 toneladas de resíduos reciclados, representam uma economia de R$ 2.140,00 para o Município (fora o frete), que paga R$ 107,00 por tonelada de RSU destinada ao aterro sanitário de Giruá

A cooperativa, que iniciou atividades no local em janeiro, com 10 associados, conta atualmente com o trabalho de 15 catadores e o projeto, quando a central estiver ampliada e como os novos equipamentos em operação, é abrigar 20 trabalhadores.

APROVEITAMENTO - A central de triagem tem recebido em média, toda semana, seis cargas de resíduos sólidos urbanos. E de todos os resíduos que são encaminhados para a central, até o momento estão sendo aproveitados para a reciclagem cerca de 65%. Os outros 35% são rejeitos que acabam destinados ao aterro sanitário.

“A meta é ampliar esse percentual para algo em torno de 80% a 85%, ainda no primeiro semestre. Mas para isso será preciso a colaboração da comunidade, fazendo a correta separação do lixo, para que o lixo orgânico e os rejeitos, que não podem ser reciclados, não sejam encaminhados à central de triagem”, comenta a professora Louise Roedel Botelho, coordenadora da Incubadora Tecnossocial de Coooperativas e Empreendimentos Econômicos Solidários (Itcees), vinculada ao campus local da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e que apoia a cooperativa e também a implantação da coleta seletiva em Cerro Largo.

CAMPANHA - Nos próximos dias será retomada a campanha de conscientização da comunidade para a correta separação do lixo. Um folder será distribuído na cidade e serão retomadas as palestras nas escolas, realizadas dentro do programa de extensão universitária “Pensar o Amanhã”.

AMPLIAÇÃO - Enquanto isso, os catadores da Coopercaun aguardam a ampliação da central de triagem. Uma nova prensa, com capacidade para 500 quilos, já foi adquirida, assim como uma balança. Falta ampliar o galpão de triagem e instalar uma esteira de seleção.

A partir de então, o galpão que hoje é utilizado para a triagem será destinado apenas para armazenagem, facilitando o trabalho dos catadores, que terão mais espaço para trabalhar e, também, para depositar os fardos com o material reciclável prontos para a comercialização.